Gestação e Álcool

O efeito mais grave do álcool na gestação é o atraso no desenvolvimento físico do bebê, pois ele nasce pequeno e continuará pequeno no seu desenvolvimento físico futuro.

Estão relatadas anomalias nos olhos, especialmente defeitos das pálpebras, maxilar pequeno, anomalias nos ossos e articulações do crânio, bem como defeitos no coração.

Essas malformações foram observadas nos filhos de gestantes com alcoolismo crônico, freqüentemente embriagadas. Naturalmente a freqüência dessas anomalias varia com o modo de se ingerir o álcool.

Categorias

Postagens Recentes

Comentários recentes

    Compartilhar